Homeschool x Maternidade: Gravidez

gravidez

Por Renata Santos

Estou em processo de retorno de minhas atividades –  a paradinha foi necessária para gerar, parir e “puerperar”. Para aqueles que não nos acompanham pessoalmente ou pelo face, somos pais de mais uma linda filha que o Senhor nos concedeu: Ana, que significa cheia de graça.

A chegada da Aninha em nossas vidas tem sido uma alegria e gostaria de fazer um relato sobre como foi a gravidez e o nosso homeschooling.  Em um próximo post, falarei sobre como é ter um bebezinho em meio a rotina de estudos.

O homeschooling é maravilhoso, aliás, foi ele um dos fatores preponderantes para que ampliássemos nossa família.  Quando fomos convencidos de que deveríamos retomar a educação integral de nosso filhos, um novo mundo se descortinou. Vários paradigmas foram quebrados e revistos, e um deles era a preocupação excessiva com “o que vestir e o que comer” (Mt 6:25 e 1 Tm 6:8).

Nessa área, estávamos influenciados por filosofias seculares. Não poderíamos ter mais filhos, porque estávamos preocupados demais em como pagaríamos a escola, o convênio, as infinitas aulas extracurriculares, a futura faculdade, o intercâmbio quando adolescentes, as férias no exterior. Graças a Deus, fomos desenformados pelo conhecimento do que Ele deseja para uma família, e aprendemos que a simplicidade e a presença constante dos pais seriam suficientes para dar uma exímia educação (valores+ academia) aos nossos filhos. E viveríamos de modo mais frugal, nos alegrando nas pequenas coisas, como chamar um delivery e assistir um filminho em casa.

“4 filhos???” é a frase que mais escuto, associada a uma cara de espanto. Já me perguntaram se eram do mesmo casamento, se foi uma escapada (?), se vamos tomar alguma providência contraceptiva mais definitiva, e coisas do gênero. É triste saber que o mundo com suas exigências tem restringido tanto a família, a ponto de parecer loucura ou irresponsabilidade se regozijar no que Deus nos deu de mais precioso.

E então, no começo de 2017 fomos agraciados com a notícia de um bebê. Após 2 abortos espontâneos, a notícia foi comemorada por toda a nossa família: avós, tios, primos. Para mim foi mais um momento ímpar em minha vida, gratidão por uma oração atendida.

A gravidez foi inserida diretamente no homeschooling, a partir do positivo. A gestação virou pauta de muitos estudos: estudamos as Leis de Mendel para saber qual seria a probabilidade de que Ana tivesse os olhos claros como sua avó materna; acompanhamos seus desenvolvimento semana a semana e estudamos embriologia; estudamos praticamente todos os sistemas do corpo humano; investigamos os tipos de parto, as diferenças para a cesárea; vimos as doenças que uma gestante não pode ter e suas consequências na vida de um bebê em formação; se interessaram pelo ultrassom e suas imagens. Queriam saber a origem dos enjoos, dos inchaços, dos benefícios da dieta com poucos carboidratos e sua relação com a glicemia.

As crianças passaram a acompanhar como era o dia a dia de uma gestante: os enjoos dos primeiros meses, os desejos, as restrições, o cansaço, o corpo se transformando, o humor oscilando. Um verdadeiro aprendizado. Veja bem, quando temos em escadinha, como foi aqui em casa com os 3 primeiros, os irmãos tem pouca dimensão do que é uma gravidez. Mal conseguem associar que o neném que estão conhecendo, era a barriga de ontem. Mas quando podemos ter a oportunidade de ter vários filhos ou dar um tempo maior entre eles, a lição da gravidez pode ser levada para suas vidas adultas. Nossos meninos saberão das limitações de suas futuras esposas e agirão com amor, pois observaram o companheirismo e o carinho do pai durante a gestação. Para nossa filha, a mudança de um corpo que abriga uma vida, o pré natal, o parto, não será novidade. Viveram intensamente a gravidez comigo. Isso é homeschooling.

Quanto a nossa rotina, posso afirmar que ela certamente foi afetada. Mas mais uma vez a flexibilidade do homeschooling foi maravilhosa! O Senhor foi muito bom, pois meus enjoos foram noturnos, diferentemente das gestações anteriores (antes de abrir os olhos pela manhã eu já estava no banheiro)! Então consegui manter o ritmo da casa e dos estudos até os 7 meses.

A partir daí o cansaço começou a bater. Uma solução foi começar a acordar um pouco mais tarde para compensar as noites mal dormidas, e nos recolher um pouco mais tarde também. As tarefas que requeriam um acompanhamento maior eram realizadas pela manhã, e as mais fáceis, à tarde quando eu tirava um cochilo. Ao final da tarde, corrigia as atividades e repassa individualmente os exercícios que tiveram dificuldades. Como estão na idade de andar na rua sozinhos, iam e voltavam das atividades extracurriculares. Os jantares ficaram mais práticos, e a dieta mais calórica (rs). As crianças assumiram as refeições quando eu estava cansada, e me surpreendi com a variedade dos pratos.

Interrompemos os estudos no dia do nascimento e agora, após 2 meses, estamos retomando. As férias coincidiram com o final de ano e janeiro, então foi perfeito: acampamento, casa dos avós, visita dos amigos…

E agora inciamos uma nova etapa. Um bebê pequeno e a retomada dos estudos e das atividades que exerço em casa. Logo estarei fazendo o relato de como andam as coisas para que outras mães se sintam encorajadas e acalentadas. Não há mistério nenhum. É a vida como ela deve ser vivida, em sua totalidade pelo integrantes da família.

Um grande abraço de uma feliz mãe de 4.

11 comentários sobre “Homeschool x Maternidade: Gravidez

  1. Que delícia ler esse texto, me anima e me encoraja. Comecei o HS esse ano e confesso que comecei bem desesperada mas Deus têm abençoado pessoas como você para me acalmar e ter fé nEle, somente nEle! Deus abençoe pelos texto!!!! Amei demais!

    Curtido por 1 pessoa

  2. Amei o post.. para bens! Também estamos desejando o quarto filho, o senhor é muito bom. Que Jesus te capacitar em cada novo desafio. E obrigada por nos ajudar sempre.

    Curtir

  3. QUE LINDO LER ESTE TEXTO..EMOCIONANTE E ENCORAJADOR , VER COMO É MARAVILHOSO O QUE DEUS QUER PARA NÓS E INFELIZMENTE O MENTE “SECULAR” ENSINA QUE FILHOS DÁ TRABALHO…HOJE VEJO COM OUTROS OLHOS DEPOIS DESTE 1 ANO QUE CONHECI ESTE BLOG …TENHO 1 FILHA E CUIDO DE 2 SOBRINHOS( ORFÃOS DE MÃE, IRMÃ MINHA ) MAS NÃO TIVE CORAGEM DE TER OUTRA CRIANÇA….JÁ ESTOU PASSANDO DA IDADE (42 RS)…MAS DEU ATÉ VONTADE DE OUTRO BABY KK BJIM DEUS CONTINUE DERRAMANDO BENÇÃO SOBRE ESTA LINDA FAMILIA!!

    Curtir

  4. Parabéns!!! Que o Senhor Jesus continue abençoando sua família! Acompanho o blog e fiquei com muita curiosidade de saber como é o HS com um bebezinho! Fico esperando o próximo post!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s