O dia-a-dia do homeschooling: altos e baixos.

20160915_160332

Por: Renata Santos

A educação domiciliar é maravilhosa, não tenho nenhuma dúvida disso! Se perguntar a qualquer pai verdadeiramente envolvido no homeschooling sobre os resultados do ensino domiciliar na vida de seus filhos, ele dirá convictamente que é uma modalidade eficiente. É sempre bom relembrar que os frutos colhidos são mais amplos que os acadêmicos, embora existam excelentes frutos acadêmicos.

Também é sabido, para quem já pratica o homeschooling ou está pesquisando sobre o assunto, que gratificante não é sinônimo de facilidade, aliás nem de longe essas duas palavras andam juntas no que diz respeito ao dia-a-dia.

Mais uma vez não pensem que estou falando em dificuldades acadêmicas…aposto que tem gente pensando:”Viu só, eu não vou dar conta..não sei matemática, ou química…imagina a física?”. Não, realmente não me refiro a isso. Conteúdos, disciplinas, rotinas, cronogramas, aulas, tudo isso é pequeno diante do maior desafio que encontramos em nossos filhos: seus corações.

Eu mesma digo que existem dias fabulosos no homeschooling e dias não tão esfuziantes. Mas a verdade é que em um único dia, existem momentos fabulosos e momentos não tão esfuziantes. Ouso até traçar um paralelo com nosso próprio humor: oscilamos em único dia entre o bom humor e o mau humor..algumas pessoas mais, outras menos. A estabilidade do nosso humor é quase inexistente, pois fatores extrínsecos e intrínsecos nos afetam, mobilizando uma série de neurotransmissores que afetam o nosso humor. Associando a isso uma natureza caída, pode-se dizer que só a graça de Deus para nos mantermos mais estáveis.

E assim ocorre com todos os integrantes do homeschooling durante o dia: eu e as crianças oscilamos entre momentos alegres, divertidos, engraçados, pitorescos, cheios de motivação e momentos árduos, de preguiça, de cobrança, de correção, de disciplina.

Quem não tem uma criança que levanta com a cara fechada? Que implica com as outras? Que não empresta? Que chora à toa? Que grita mãe, mãe o tempo todo, só para ver se você está por perto? Que se acha injustiçada o tempo inteiro? Que acha que você ama o irmão (a) mais do que a ele (a)? Que murmura o tempo inteiro? Que não quer trabalhar e fica dizendo que já fez o serviço ontem e que agora é a vez do irmão(a)?

Essa é a verdadeira dificuldade do homeschooling: tratar os corações. Levá-los aos pés da cruz. Fazê-los reconhecer que são pecadores e carecem urgentemente da misericórdia de Deus e da salvação de Cristo. O resto é resto (como diz minha mãe). Mas não desanime, essa é a nossa primeira e verdadeira missão, e embora tenham situações que chegam a nosso limite, temos a quem recorrer em momentos de tribulações.

Hoje, depois de muito tratar pecados, apartar discussões, de disciplinar, de aconselhar, tudo isso em meio ao almoço, roupas para lavar e passar, e exercícios de matemática, física, história e geografia, resolvi escutar a palestra do Pastor Joel Beeke para edificar a minha alma que estava agitada pelos afazeres que se avolumavam. Uma palestra maravilhosa, que eu já tive a oportunidade de assistir pessoalmente  (Promovendo um lar santo).

Então minha filha, me pediu para fazer um chá da tarde e iniciou seus afazeres na cozinha: retirou a louça de chá, lavou e secou. Foi até a gaveta de toalhas e retirou uma linda toalha com guardanapos, pegou talheres no faqueiro. Pôs uma mesa de acordo com os ensinamentos que eu lhe dera.  Começou a fazer cookies e preparou um chá de frutas vermelhas que eu gosto muito. Enquanto isso, meus filhos estavam no andar de cima, aprendendo a tocar o violão e o teclado, tentando acertar o cântico “Eu quero ser, Senhor amado, como um vaso nas mãos do oleiro…”

Sentei-me na lavanderia para aproveitar o momento. Na verdade me sentei para colher os frutos. Orei, agradecendo ao Senhor por estar vendo o resultado de um trabalho contínuo,  da peleja de dias que me parecem às vezes tão difíceis. O Senhor aqueceu meu coração, me dizendo “…não to mandei eu? …sê forte e corajosa…eu estou contigo por onde quer que andares…”.

E então, sentamos à mesa, eu e Raquel, para tomar nosso chá das 16 horas. Meus filhos tocavam para nós os cânticos que ensaiaram enquanto nós, as meninas, tomávamos o chá. Minha filha me olhou e disse: “Nós nunca faríamos isso se estivéssemos na escola, pelo menos não no período de aula…”.

E aproveitamos o momento. O momento de estarmos juntos… o momento de colheita.

 

 

 

 

Publicidade

12 comentários sobre “O dia-a-dia do homeschooling: altos e baixos.

  1. Pingback: O dia-a-dia do homeschooling: altos e baixos. – Educação Domiciliar

  2. Que lindo, Renata!
    Que emoção me deu quando sua Raquel disse que nunca teriam esse lindo e prazeroso momento se estivessem na escola… (vontade de chorar ❤)!!!
    Que O Eterno conserve firme o seu coração para continuar seguindo em frente,o meu e de tantas outras mães também!!! Eu creio que colherei os bons frutos com meus pequenos amores também, em nome do Senhor Jesus!!!
    Obrigada, Renata, por compartilhar um pouco da sua vida com cada um de nós! Deus te abençoe e à sua família!!!

    Curtir

  3. Querida Renata, irmã em Cristo, obrigada pelo texto! Muito bom ler tudo isso! Estamos nos preparando para iniciar o HS ano que vem e muitas vezes me deparo com o medo de enfrentar essas situações , na verdade, já enfrentamos, mas elas se intensificam quando a convivência aumenta. Mas é muito bom ver que nossas lutas não são só nossas!!! E ainda ontem à noite, orando a Deus por essa decisão , que requer coragem, Deus me levou a esse mesmo texto de Josué! Ele é maravilhoso!!
    Por favor, mantenha esse blog! E não deixe de animar a cada pai e mãe que chegar até aqui pra buscar ajuda!
    Na paz de Cristo!
    K

    Curtir

  4. Renata, obrigada por compartilhar esse texto!
    Eu ainda nem tenho filhos, mas toda vez que leio este depoimento me dá ânimo para seguir com a ideia de realizar o homeschooling aqui em casa. Já o li umas 5 vezes e sempre volto a ele quando fico na dúvida: “será que vale a pena mesmo?”
    Que Deus nos dê a força de que precisamos pra ficar firmes, e pra não desanimar pois Ele está conosco.
    Que o Senhor abençoe vc e sua família.
    Beijos
    Michele

    Curtir

    • Oi Michele,
      você não imagina como fico feliz por ler seu recado! Não por mim mesma, mas por estar sendo usada por Deus para edificar o povo dele, mesmo tendo tantas limitações. Obrigada por ler e reler. Também leio e releio o comentários, que me são força para continuar escrevendo..rs! Beijos.

      Curtir

  5. Realmente é uma luta constante, mas como Cristo diz em Sua palavra:”Eis que renovo suas forças todos os dias”. Que consolo maravilhoso! Pensar que nas horas de maior sufoco e tarefas e crianças chorando, temos um Pai celeste que está olhando por cada um de nós! Deus é bom o tempo todo, o tempo todo Deus é bom!

    Curtir

  6. Puxa! Amaria estar com vocês um dia desses! Ou dois rs
    Sabe, hoje estou com o mesmo frio na barriga! Vem aquela ansiedade, como fazer uma rotina? Como sermos produtivos​? Como ensinar? Vem uma interrogação atrás dá outra! Até me sinto sufocada por isso. Mas nas consigo parar de pensar no homeschooling! E hoje elas não foram a escola, vim até aqui ler um pouco, em oração perguntando a Deus por onde começar? Como ensinar as regras tão complexa do português? Puxa ainda haverá a física?!!! Química!!
    E vejo este texto, entendo mais o que Deus havia dado a mim quando acordei.
    Começaremos pela Palavra de Deus!!! Seja ela realmente nossa bússola! E que o Espírito Santo de Deus trabalhe em nossos corações!! Nos inspire!!
    Renata, que Deus te abençoe e te inspire… Espero realmente poder tomar um chá com você e sua família… E desfrutarmos de momentos assim… Momentos dados por Deus!!
    Ótimo dia 😘😘

    Curtir

  7. Querida Renata, que post maravilhoso que desceu do céu para mim….em lágrimas, porque os momentos difíceis realmente às vezes parecem devastadores. Muito obrigada! Fui consolada e edificada com esse post. Estou no primeiro ano do HS… Ah! Como está difícil, mas temos um Deus todo poderoso que nos capacita e nos fortalece. Que Deus te abençoe!

    Curtir

  8. Querida Renata!
    Glorifico a Deus por sua vida, por sua família, pela escolha que fizeram e pelos frutos que tem colhido desta.
    Fui tomada de emoção em seu post. Que Deus os fortaleça cada dia mais nessa jornada.
    Abraço afetuoso, Sabrina

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s