Ensinando no Caminho – ParteI

IMG_2776Nossos filhos – A realidade espiritual

Por: César M. Santos

Na visão do mundo todas as crianças são puras e ingênuas. O que as torna más são os maus conselhos, as más companhias, as más condições de vida ou o meio social no qual tais crianças estão inseridas, ou seja, o meio ambiente.

Porém, segundo a revelação que o Senhor nos concedeu, a Bíblia, a verdade é bem diferente:

Pv 22.15  A estultícia está ligada ao coração da criança, mas a vara da disciplina a afastará dela

Estultícia significa tolice, loucura ou falta de senso.

Sl 51.5 Eu nasci na iniqüidade, e em pecado me concebeu minha mãe.

Rm 5.12 Portanto, assim como por um só homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado, a morte, assim também a morte passou a todos os homens, porque todos pecaram.

Esta verdade bíblica é inquestionável, ainda que possa ser negada por muitos. Aqueles dentre nós que já são pais puderam observar, bem de perto, que desde os primeiros dias de vida, apesar de toda a “fofura” condensada naquela pessoinha linda e cheirosa, são manifestadas a ira, rebeldia, egoísmo, avareza, ciúmes e vários outros defeitos inerentes a todos os filhos de Adão.

O único, depois de Adão, que nasceu sem pecado foi o Senhor Jesus, perfeitamente homem e perfeitamente Deus. Todos os demais assim como eu e você, assim como os nossos filhos, nascem em pecado, nascem pecadores.

A verdade espiritual é que nossos filhos nascem aptos e propensos a se desviar do caminho, aptos e propensos ao pecado, a errar o alvo. Nossa responsabilidade é colocá-los no caminho correto.

Temos de colocar as coisas como de fato são e reorganizar nossos pensamentos e prioridades tendo em vista a vontade revelada.

Ensinar No Caminho – Muito mais do que Pavlov

A grande maioria dos pais e dos educadores aprontam uma tremenda confusão no que se refere à educação e criação de filhos. Eles confundem educação com condicionamento, treinamento ou adestramento.

Qualquer pai, mesmo descrente, consegue treinar seu filho a ter um comportamento socialmente aceitável através de várias apresentações de um sistema de punição e recompensa (Pavloviano). Porém isso não é educação ou ensino nem criação na perspectiva Bíblica. Infelizmente muitos têm se contentado com as dicas e orientações da Supernanny.

Como pais crentes temos o privilégio de ser instrumentos nas mãos de Deus para pregar aos nossos filhos as Boas Novas de Salvação, mostrar a vereda dos justos, andando no caminho da vida e ensinando como eles podem glorificar a Deus e gozá-lo para sempre.

Eles devem entender, desde a mais tenra idade, que existe o certo e o errado, o Caminho correto segundo a revelação de Deus e o caminho errado que é o pecado. Devem entender que o caminho errado ou pecado normalmente ocorre quando seguimos as vontades humanas e inclinações naturais.

Todos nós gostaríamos que nossos filhos obtivessem grande sucesso acadêmico, social, profissional e sentimental, porém o que importa no final das contas é a sua situação espiritual. Mt 16.26  Pois que aproveitará o homem se ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma? Ou que dará o homem em troca da sua alma?

Nossos filhos não devem ser condicionados ou adestrados, eles devem ser pastoreados e evangelizados. Não se pode fazer separação entre as coisas espirituais e a vida do dia a dia, pois sua situação espiritual e de seus filhos terão evidente impacto em todas as áreas de suas vidas.

Continua (em breve)

Publicidade

Um comentário sobre “Ensinando no Caminho – ParteI

  1. Pingback: Ensinando no Caminho – ParteI | Educação Domiciliar – Educação Domiciliar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s